Senti o teu pé frio
Debaixo dos lençóis.
Meu Deus, que arrepio
Alisou meus caracóis.

Que estranha sensação
Para quem solteiro dorme
Será que o meu coração
Encontrou amor enorme?

O toque é quente, familiar.
O cheiro é doce, faz-me sonhar.
Serás tu a minha surpresa,
Serás tu, ex-princesa?

Não sei que convites te deixei,
Nem me lembro de ter adormecido.
Não sei quantas mensagens enviei
Nem se as meias terei vestido.

Não sei se quero abrir a pestana,
Só espero que não sejas tu, Joana.
Sonho meu, cama minha,
De quem é o pé que se avizinha?

Sim, era o meu. Nunca mais durmo de meias.