Portugal é campeão europeu! Ficou meio mundo histérico com este feito histórico. Já todos festejámos (uns hão de continuar os festejos), já todos vimos aqueles milhares de vídeos virais sobre o Ronaldo, o Éder, os jornalistas, os franceses, e por aí em diante. E quem é que já viu o vídeo do Eduardo Madeira nú no Marquês de Pombal?

Ele próprio disse que era uma promessa. E, como ele, aposto que muitos portugueses, e europeus, também disseram “Se Portugal for campeão eu faço…” (as reticências são para preencher ao gosto de cada um). Diga-se, de passagem, que o Eduardo Madeira foi muito fraquinho a cumprir a sua promessa. “Andar nú no Marquês” seria um feito histórico se ele o tivesse feito durante o dia da festa, ou na noite em que ganhámos o europeu.

Despir-se durante 30 segundos no Marquês, quando são 6 da manhã e não está lá ninguém, é miséria. Cumpriu o que disse? Sim, claro. Mas foi tão fraquinho, tão pouco corajoso. Se é para fazer, que seja em grande!

Pensemos agora em todas as outras promessas, especificando uma: tatuagens. Sem querer ser adivinho, acho que existem várias pessoas que disseram “Se Portugal for campeão vou tatuar…” (as reticências preenchem-se de acordo com a criatividade de cada um). E quantos é que o cumpriram? Provavelmente, foram poucos.

Não sei se existem, mas gostava muito que existem muitas lojas de tatuganes perto do Marquês. Ou melhor, devia de existir uma loja ambulante de tatuagens em cada sítio onde se festeje loucamente. Deviam existir muitas em cada sítio, para evitar filas de espera.

Porquê? Hoje, teríamos pessoas que tinham o Éder tatuado nas costas, ou então tatuavam uma taça, ou, para os fãs do Quaresma, tatuavam uma pena. Onde? Não interessa. Mas, o que é certo, é que existiriam muito mais pessoas com tatuagens do arrependimento, daquelas que só se fazem quando o corpo está presente, mas a mente já desligou. Seria um fartote de rir durante o verão. Nunca se iria à mesma praia duas vezes, só para procurar mais parvoíce eterna pintada no corpo.

Era mesmo engraçado passear na praia e ver alguém com um Éder gigante nas costas. Fica a ideia. Felizmente, já existe solução para todos aqueles que fazem tatuagens mal pensadas. Alguém decidiu investir dinheiro e abrir uma loja da salvação: uma loja de remoção de tatuagens! Realmente é bem pensado, mas só devia ter aberto depois de alguém tatuar um Éder gigante nas costas.